sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Aep- Provida mostra a importância pedagógica da Capoeira









Sabendo que a capoeira é muito mais do que uma luta, dança, esporte, lazer ou filosofia de vida, as Irmãs da Aep-Provida trouxeram às crianças a capoeira como educação. Capoeira Educação é fator indispensável para a formação integral do aluno, pois desenvolve o físico, o caráter, a personalidade e influencia nas mudanças de comportamento. Proporciona ainda um autoconhecimento e uma análise crítica das suas potencialidades e limites.
Ela colabora nos temas cognitivo, afetivo e na própria forma de se locomover. A arte se faz presente através da música, ritmo, canto, instrumento, expressão corporal e criatividade de movimentos. Na dança, as aulas devem ser dirigidas para flexibilidade, agilidade, destreza, equilíbrio e coordenação motora.

Leiam o texto do MEC

A Capoeira Também Educa

Atualmente, pedagogos, sociólogos e pesquisadores na área da Educação, são quase unânimes em afirmar que a educação crítica de um povo não pode se desvencilhar do contexto sócio-cultural deste, nem tampouco, de sua realidade presente
(...)
A participação da cultura popular nos conteúdos curriculares está tomando dimensões cada vez mais abrangentes. Certamente, urge a necessidade de se abrir uma brecha nos currículos para àqueles que fazem a cultura do homem real, o homem popular, o que vive o dia-a-dia dos conflitos sociais, àquele que vem resistindo de geração a geração aos desmandos dos “grandes vultos” e dos políticos hediondos. E a capoeira está aí, com todo o seu exuberante acervo de informações, sua riqueza simbólica, seus movimentos de resistência que denotam claramente a nossa conflituosa trajetória política, impregnada de abusos de poder e dominações.
A capoeira está também com o movimento corporal, com a música, a improvisação, a arte, a dança, a liberdade, a luta de classes, enfim, numa roda de capoeira, ou outra atividade inerente a sua prática, encontram-se todos esses elementos que, certamente fazem parte do cotidiano de cada um, que se forem explorados de maneira efetiva e coerente, contribuirão, obviamente, para a instrução e a educação das nossas crianças, dos nossos adolescentes e adultos. (...)
MEC. INEP. ALFABETIZAÇÃO E CAPOEIRA, Jornal do professor de 1º grau, Brasília – DF, Setembro de 1986, Cartilha, p. 08.

Núcleo Comunicação Aep-Provida

Nenhum comentário:

Postar um comentário